Tiroteio entre PMs e bandidos termina com pelo menos seis mortos na Rocinha

Pelo menos seis homens morreram após intenso tiroteio na Rocinha, Zona Sul do Rio, na manhã deste sábado. Segundo a Globonews, a informação foi confirmada pela Polícia Civil.
De acordo com a Polícia Militar, eles foram socorridos e levados ao Hospital Municipal Miguel Couto. Policiais do Batalhão de Choque (BPChq) entraram em confronto com criminosos nas localidades conhecidas como Rua 2 e Roupa Suja, enquanto faziam patrulhamento de rotina na comunidade. Há informações de mortos no local, mas a PM não confirma.
Os feridos estariam entre os traficantes. Com eles foram apreendidos um fuzil, seis pistolas e duas granadas. O Grupamento Aeromóvel (GAM) realiza monitoramento aéreo na região e o cerco está reforçado. A Polícia Militar está em ação continuada na comunidade da Rocinha desde setembro de 2017. Moradores usaram as redes sociais para relatar que escutaram muitos tiros e que diversos pontos da comunidade ainda estão sem luz. A Light informou que aguarda condições de segurança para que os técnicos possam trabalhar no local e restabelecer o fornecimento de energia no trecho interrompido.
"Muitos tiros na Rocinha...aqui a bala canta mais que o galo da manhã", escreveu uma internauta.
"Mais um capítulo da novela 'Bala comendo na Rocinha'", afirmou outra.
"Na Rocinha você é acordado às 6 da manhã, no susto, num sábado, com muita sequência de tiro e sei lá o que, sem poder pôr o nariz na janela. Bom dia!", disse mais uma pessoa. (Extra)

6 comentários:

  1. Quero que a violência do rio chegue aqui em cruz das almas

    ResponderExcluir
  2. Idiota,vagabundo,a violencia do Rio tem que chegar na casa da sua mae que nao soube lhe criar seu filho do demonio.

    ResponderExcluir
  3. Isso e um ignorante.

    ResponderExcluir
  4. O a merda que essa pessoa tá falando pede a Deus pra mudara situação lá e guarda aqui.pessoa mal amada se for homem vc presiza de Deus se for uma mulher vc presiza de Deus e de um companheiro bom bom de tudo

    ResponderExcluir