Leitora desabafa: "fui assaltada com o meu marido, humilhada, além de ter armas apontadas para a cabeça"

Uma leitora do Cruz na Tela, que preferiu não expor a sua identidade, entrou em contato com a nossa redação, contando o que passou nas mãos de criminosos, armados de revólveres no último dia 24 de novembro, por volta do meio dia. 

Os meliantes abordaram o casal, quando dirigia pela BR-324, próximo ao município de Candeias. De acordo com o seu relato, dois criminosos lhe mantiveram refém, com armas apontadas para a sua cabeça, enquanto o restante do bando, saiu no carro com o seu marido, comprando com o cartão do casal, em diversas lojas de candeias. "Meu marido teve que dar a senha do cartão, e ainda foi obrigado seguir no carro para passear com eles", desabafou a leitora.

"Eu fiquei em pânico, pois ficar dentro do mato com dois revólveres contra a  cabeça, foi realmente um inferno para mim", acrescentou. A quadrilha fugiu com o carro e os pertences do casal.  Ainda segundo a vítima, só pode registrar a queixa um dia depois do crime, pois o sistema da delegacia da cidade estava fora do ar. Cruz na Tela

4 comentários:

  1. Muito bom!continuem apoiando esse tipo de ações por parte da bandidagem. Vão para as rádios e continuem reclamando das blitz e abordagem policial. O LADRÃO AGRADECE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quantos bandidos foram presos ?

      Excluir
  2. Gostaria que todos soubessem: disquem no celular *#06# para saber o número de série ou IMEI do aparelho. Anotem e guardem. Se um dia seu celular for roubado, ligue para a operadora e peça para bloquear o aparelho para o ladrão não usar. Esse número é do aparelho e não do chip. Portanto, mesmo que o ladrão troque o chip, o celular continua bloqueado. Vamos espalhar esse segredo para combatermos roubo de celular.

    ResponderExcluir
  3. Ficaria feliz se, durante o dia e noite,em meu itinerário, houve várias blitz e abordagem da polícia,pois teria certeza q minha caminhada seria em paz

    ResponderExcluir