Senado banca até o Nescau dos senadores


O Senado abriu licitação para gastar até 106 000 reais na compra de “gêneros alimentícios de primeira necessidade” para o gabinete de José Sarney e para o atendimento das excelências no cafezinho do plenário da Casa. Depois de bancar o celular, o carro, o restaurante, as viagens, o plano vitalício e integral de saúde e toda sorte de benesses, descobre-se agora que o Senado banca (com o seu dinheiro) até o Nescau das excelências. Na lista de 29 itens que deverão ser fornecidos ao Senado no prazo de um ano, consta, por exemplo, a previsão de gasto de 728 reais com achocolatado em pó, 10 560 em adoçante, 2 600 em biscoito de leite e 1 470 no chá de boldo, além de outros produtos como sucos, leite, café solúvel, queijo e presunto. Informações do Radar on-line/ Veja.


Nenhum comentário:

Postar um comentário