Gasolina sobe mais de R$ 0,60 após novo aumento da Petrobras

Há pouco mais de quarenta dias era possível planejar quanto gastar com combustível no mês, mas agora parece difícil preencher este item na planilha de custos. Isso porque o que o consumidor baiano tem visto nos postos é um vai e vem de preço que torna quase impossível prever quantos dígitos a bomba vai marcar quando o tanque encher. 
Na quarta-feira (30), com a gasolina mais barata em Salvador, era possível encher um tanque de 50 litros com R$ 166. Ontem, os motoristas precisaram desembolsar, em média, R$ 33 a mais para encher o mesmo tanque. Isso porque a gasolina passou de R$ 3,32 para R$ 3,99 – um aumento de mais de R$ 0,60 por litro do combustível. O CORREIO visitou 10 postos nesta sexta-feira e encontrou a gasolina mais barata no posto Menor Preço, na Rua Djalma Dultra, em Nazaré, por R$ 3,92. 
Já o valor mais caro, entre os estabelecimentos pesquisados, foi encontrado no Shell da Sabino Silva, no Jardim Apipema, por R$ 3,99. Confira ao lado a lista dos postos visitados e os respectivos preços praticados. Para se ter uma ideia do sobe e desce dos preços, o valor médio da gasolina comum na capital baiana era de R$ 3,69 na semana do dia 19 de julho. 
Após essa data, quando o governo federal anunciou o aumento de impostos (Pis/Cofins) sobre os combustíveis, o preço bateu R$ 4,25 em postos soteropolitanos, apenas um dia após a vigência das novas alíquotas.
Outra pesquisa do CORREIO, em 7 de agosto, mostrou que vários postos na capital baixaram os preços para atrair os consumidores que desapareceram das ruas depois do aumento. A gasolina, neste dia, foi encontrada a R$ 3,54 no local mais barato – posto Shell Aeroclube.
Quem explica?
O Sindicato do Comércio de Combustíveis, Energia Alternativa e Lojas de Conveniência do Estado da Bahia (Sindicombustíveis), enviou nota ao CORREIO, declarando que “as alterações no preço dos combustíveis são de responsabilidade de cada revendedor”.

O Sindicombustíveis declarou ainda que “o mercado é livre e competitivo, cabendo a cada empresário decidir o preço que irá praticar” e que “o sindicato não interfere no mercado e respeita a livre concorrência”.
Nesta quinta-feira (31), a Petrobras anunciou um aumento de 4,2% para a gasolina nas refinarias. Este foi o maior reajuste desde a implantação da nova política de preços há dois meses, quando a petroleira passou a revisar diariamente os valores.
Embora a Petrobras não fale sobre o assunto, a alta está diretamente ligada aos aumentos da cotação dos preços das commodities (minerais, vegetais ou produtos agrícolas), em decorrência da tempestade Harvey, que vem devastando os estados do Texas e de Louisiana, nos Estados Unidos.
Com o novo reajuste, que passou a vigorar ontem, o preço da gasolina acumula alta de 4,7% em apenas 10 dias (20 de agosto a 1º de setembro).
Reclamações
Nas ruas, a reclamação é geral. “Estou deixando o carro em casa durante a semana e indo para o trabalho de transporte público. Com isso, tenho economizado ao menos R$ 50 por semana. Do jeito que está, não dá”, disse o eletricista Pedro Otacílio de Oliveira, 41, que mora em Vitória da Conquista, a 509 km de Salvador, no sudoeste da Bahia, onde a gasolina pode ser encontrada com preços entre R$ 4,11 e R$ 4,22.

Como na cidade não tem posto de abastecimento de GNV – o mais próximo é em Itabuna, a cerca de 240 km – há pouca adesão ao serviço. "Eu já até pensei em fazer a conversão há uns anos, mas acabei deixando para lá. Mas esses aumentos constantes da gasolina me fizeram repensar. Estou gastando cerca de R$ 400 por mês de combustível, e vai ficar mais apertado ainda com esse aumento", reclamou o contador José Luiz Pereira Santos, 32.
Preços no estado
Atualmente, o preço médio do GNV nos postos da Bahia varia, segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP), entre R$ 2,31 a R$ 2,39 o metro cúbico, respectivamente, em Simões Filho e em Salvador, enquanto que a gasolina com o menor preço é encontrada em Lauro de Freitas (R$ 3,48 o litro) e o maior em Porto Seguro (R$ 4,25).  

Confira os preços em 10 postos de Salvador
1. Menor Preço, nos Gales
Gasolina Comum R$ 3,94
Gasolina Aditivada R$ 3,94
Etanol R$ 2,94

2. BR, na Rua Djalma Dultra, em Nazaré
Gasolina Comum R$ 3,97
Gasolina Aditivada R$ 4,07
Etanol R$ 2,97

3. Menor Preço, na Rua Djalma Dultra, em Nazaré
Gasolina Comum R$ 3,92
Gasolina Aditivada R$ 3,92
Etanol R$ 2,92

4. BR, no Vale de Nazaré 
Gasolina Comum R$ 3,97
Gasolina Aditivada R$ 3,97
Etanol R$ 2,97

5. BR, no Dique do Tororó
Gasolina Comum R$ 3,97
Gasolina Aditivada R$ 4,07
Etanol R$ 2,97

6. Posto P4, dos Barris 
Gasolina Comum R$ 3,94
Gasolina Aditivada R$ 3,98
Etanol R$ 2,94

7. Shell, próximo ao Shopping Barra
Gasolina Comum R$ 3,97
Gasolina Aditivada R$ 4,12
Etanol R$ 2,97

8. Shell, na Sabino Silva, Jardim Apipema
Gasolina Comum R$ 3,99
Gasolina Aditivada R$ 4,13
Etanol R$ 3,27

9. Shell, na Avenida Centenário 
Gasolina Comum R$ 3,98
Gasolina Aditivada R$ 4,13
Etanol R$ 3,27

10. Posto do Alto das Pombas
Gasolina Comum R$ 3,94
Gasolina Aditivada R$ 3,94
Etanol R$ 2,94. (Correio)

4 comentários:

  1. procura fazer suas noticias vá pesquisa os preços dos postos de cruz das almas para informa a população o preço praticado aqui, coloca os preços praticados na capital com fontes de terceiro, aposto que voce não tem formação na aria. se tiver que profissional vc se torno. procura melhorar abraços

    ResponderExcluir
  2. Agora o país quebra de vez.

    ResponderExcluir
  3. O povo tem que andar mais a pé so quer andar em moto ou carro por isso. Bem feito eu quero é mais pega o poque lote de preguiçoso. Kkkk.saúde

    ResponderExcluir