Cidade de Nazaré passou por um dia de pânico com "toque de recolher" imposto por traficante

 A cidade de Nazaré passou por um dia de pânico. O C o Tenente Coronel Adalberto Piton explica a real situação na cidade de Nazaré das Farinhas, que passou por um dia de terror, levado pelos traficantes revoltados devido à morte de um suspeito que foi alvejado na semana anterior em confronto com a polícia, o mesmo veio a óbito em Salvador. 
Por conta disso, os comparsas deflagraram vários tiros para o alto no bairro do Apaga Fogo e mandaram mensagens no sentido de que o comércio deveria fechar as portas por conta da morte do indivíduo. 

Para garantir a segurança da comunidade, a Polícia Militar juntamente com a Polícia Civil realizaram abordagens pelas ruas da cidade. Vale ressaltar que tal indivíduo era envolvido com o tráfico de drogas e foi alvejado no dia da ação do banco em Nazaré. 

Várias guarnições da Caatinga, companhia especializada da Polícia Militar, chegaram ao município e ocuparam os limites da região em busca dos responsáveis pelo comando de um "um toque recolher".  
A delegacia local não nega o fato mas não tem detalhes sobre o assunto já que as equipes permanecem nas buscas e não retornaram à unidade com mais informações. 
(Blog do Valente)

2 comentários:

  1. Manda a caatinga matar esses vagabundos todos!!!

    ResponderExcluir
  2. Isso só acontece no Brasil sem lei.

    ResponderExcluir